quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

A PARABOLA DAS 10 VIRGENS


Nela, dez virgens, cinco loucas e cinco prudentes, saem ao encontro do esposo. Cada uma, leva consigo, uma lâmpada acesa. O esposo, demora a chegar. As lâmpadas das loucas, se apagam. Se afastam das prudentes, em busca de adquirirem azeite. Ao retornarem, o esposo havia acolhido as cinco virgens prudentes, deixando-as de fora: "Não vos conheço" Mt 25: 1-13.



O Esposo: É Cristo. Sua chegada, representa as bodas do Cordeiro, a segunda vinda à terra: Regozijemo-nos e alegremo-nos, e demos-lhe glória, porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou" Ap 19:7.

Virgens: Representam a esposa, a igreja: "Porque estou zeloso de vós, com zelo de Deus; porque vos tenho preparado para vos apresentar como virgem pura a um marido, a saber, a Cristo" IICor 11:3.
Lâmpadas: Representam a vida, o espírito: "E a seu filho darei uma tribo: Para que Davi, meu servo, sempre tenha uma lâmpada diante de mim em Jerusalém, a cidade que escolhi para por ali o meu nome" I Reis 11:36.

O Azeite: É O Espírito Santo de Deus. A Unção que mantêm acessa a lâmpada: " Tu, pois, ordenarás aos filhos de Israel que te tragam azeite puro de oliveira, batido, para o candeeiro, para fazer arder as lâmpadas continuamente" Êxodo 27:20.

Virgens Loucas: Ao partirem ao encontro do esposo, carregavam lâmpadas acesas. Tinham azeite. Com a demora do esposo, suas lâmpadas apagaram (v8). Não tiveram suprimento suficiente para evitar a "morte" da lâmpada. Esse grupo de virgens, representa, os que dizem seguir a Cristo, porém, não O obedecem: "E aquele que ouve estas minhas palavras e não as pratica, compará-lo-ei ao homem louco..." Mt 7:26.


Essas virgens, usavam aliança de noivado, porém, traíam O Esposo. O relacionamento para com Ele, não era fiel e verdadeiro. Começaram com azeite, mas, não se esforçaram em mantê-lo até o casamento.

Em Busca de Azeite:"Dai-nos vosso azeite, porque nossas lâmpadas se apagam" (v8). As prudentes, se negaram a dividir o azeite: "Vão comprar" (v9). As loucas, esperavam ser salvas, com azeite alheio. Sem esforço. Mas, azeite, não é fácil, nem barato. Existe todo um processo para sua obtenção. A negação das prudentes, tem um significado muito especial e não é mesquinho: "Salvação é individual" Rm 14:12: "Cada um dará conta de si mesmo a Deus".

Uma compra, exige valor monetário. Adquirido com trabalho. As virgens prudentes, trabalharam diligentemente para se suprirem Estavam prontas para casamento. As loucas, queriam, a festa, não o esforço. Mantiveram o foco, no lado fácil do Cristianismo. Se acomodaram.


"E, tendo elas ido comprá-lo, chegou o esposo. Senhor, Senhor, abre-nos a porta. Não vos conheço" (vs 10, 11, 12). Quando Jesus disse:"Buscai o Reino" Mt 6:33, essa busca, deve ser diária. O distanciamento de Deus, leva ao pecado, é "luz apagada".


Virgens Prudentes: "Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente..." Mt 7:24. As virgens, prudentes, obedeciam O Cordeiro. Por isso, tinham azeite suficiente para uma possível demora. Imagino-as, carregando um frasco, bem protegido, em uma bolsa a tiracolo, para não perder, nem quebrar.


Estavam mais interessadas em encontrar O Noivo, não em agradar suas colegas loucas. Negaram azeite para elas. Se nós, nos importamos em fazer apenas a vontade dos homens, estaremos desagradando a Deus. Perdendo azeite: "Não seja o caso que nos falte a nos e a vós" (v9). Ou seja, "escolhemos a Cristo". Já lhe convidaram a dividir azeite? Não é o mesmo que multiplicar.Se todas as prudentes, dividissem o azeite com as loucas, em pouco tempo, todas estariam no escuro. Todas, fora das bodas. Dividir azeite, aqui, significa fazer a vontade do mundo.


Quando o azeite acaba: Precisamos escolher em que grupo queremos estar: No das loucas, ou das prudentes. Se nos acomodarmos ao pouco azeite, não buscarmos abastecimento constante, morreremos. Foi assim com Adão e Eva. Começaram a vida, no Edén, cheios de azeite. Suas lâmpadas, brilhavam intensamente, até o dia que escolheram amar mais o mundo que a Deus. Resultado? trevas, lâmpadas apagadas(Gn. cap.3). Saul foi outro. Começou com azeite e terminou sem. O Espírito Santo de Deus, o deixou. A lâmpada, apagou. Homem louco (I Samuel 16:14).


Se suprindo de azeite: A Bíblia nos diz: "Hoje é o dia para o arrependimento" (Hb 3:15). Nós sabemos quando estamos ou não, supridos de azeite. As virgens loucas, sabiam. Resolveram arriscar. Não olhemos para a lâmpada alheia, achando que ela irá nos salvar. Adquiramos nosso próprio azeite: Arrependimento, confissão, obediência, comunhão. Assim, a luz não se apagará.


Alcançar o reino, exige sacrifício, renúncia, cravos e espinhos, chagas e cicatrizes. O Reino, não é só festa. "Porque o Reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, paz, e alegria no Espírito Santo". Rm 14:17. Por fim, é na vigilância que se encontra o segredo para a consolidação do casamento: "Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do Homem há de vir" Mt 25:13.


Citações: Bíblia Sagrada, Almeida: J. F., Corrigida e Revisada, SB

Um comentário:

Ana claudia Stelet Moreno da Silva disse...

Olá! Graça e Paz. Passando para comhecer seu espaço. Parabéns pelos bons conteúdos e que sua semana seja de muitas conquistas em Deus. Se quiser nos visitar será uma alegria.
blogdamulhercrist.blogspot.com